Perguntas frenquentes da Umbanda (respondidas por Mãe Nazareth)
- O que é a Umbanda?
Resposta:
A Umbanda é amor, simplicidade, caridade e muita ciência. Em nosso Culto trabalhamos assim:
A Umbanda cultua, promove e aplica as leis naturais. Os Guias Espirituais, que militam na Umbanda, utilizam em seus trabalhos os "produtos" oferecidos pela Mãe Natureza e não admitem, em hipótese alguma, matança de animais e muito menos sacrifício humano.
Os médiuns trabalham por amor e não por temor. Os verdadeiros Guias de Umbanda não se expressam com palavras de baixo calão, não falam mal das religiões e nem dos fiéis de qualquer seita, pois respeitam as escolhas de cada um.
Eles atendem humildemente os "filhos" de qualquer religião, sem jamais perguntar qual é a igreja a que pertencem. Para eles, assim como para nós também, existe somente um único Deus, que é o Pai de todos nós. As religiões são apenas caminhos para chegarmos ao Pai. São muitos os caminhos, mas o Pai é um só.
Pessoas leigas, até a pouco tempo atrás, faziam ligações da Umbanda com algo muito ruim. Muitos acreditavam e afirmavam que se tratava de uma religião para pessoas ignorantes, sem cultura e ligadas às forças diabólicas. Muitas pessoas temiam o envolvimento com umbandistas e procuravam afastar-se deles, quer na escola, no trabalho ou em qualquer outro segmento social. Muitos pais de família se envergonhavam quando os seus filhos(as) se casavam com umbandistas ou com filhos(as) de umbandistas. Havia um grande preconceito, mas como tudo que é sério e verdadeiro acaba derrubando barreiras, a Umbanda de Jesus Cristo (Pai Oxalá), com muita paciência conseguiu vencer (quase) todos os obstáculos.
Os Guias, que se apresentam nos Templos de Umbanda, são verdadeiros mestres na arte de amar, unir e educar pessoas. São incansáveis trabalhadores da luz, que, unidos aos seus médiuns, colaboram com a evolução do planeta, promovendo o amor e a paz.
Na Umbanda os Guias são cultos, dignos e justos, aliam-se aos médiuns afins na inteligência, cultura e na capacidade de amar sem distinção de raça, cor ou posição social. O médium, que abraça a bandeira da Umbanda, se orgulha de ser umbandista, pois a Umbanda é luz, ciência, caridade e verdade.
Os Guias da Umbanda não cobram suas bênçãos ou qualquer "trabalho" que realizam em benefício de um filho de Deus. A Umbanda é caridade pura, sincera e verdadeira. Quem é umbandista de coração, dentro de um Templo Umbandista, encontra a essência e o significado da verdadeira face da fé.