Plantas Medicinais

Erva Macaé

- Imagem Internet -

Composição química: Leonurina, tanino e óleo essencial.
Partes utilizadas: Folhas e sumidades floridas.
Uso terapêutico: Cultura popular. É estomáquico, febrífugo, sedativo, antiemético. Combate cólicas, diarreias e disenterias intestinais. Como febrífugo, é empregado nos resfriados, gripes, com apreciável ação benéfica sobre as vias respiratórias, sendo também prescrito nas tosses e bronquites. É também usada como antirreumático. Toxicidade:

  • - É recomendado respeitar a dose indicada e certificar-se da correta procedência da planta.
  • - Cresce, espontaneamente, em vários tipos de solos, e propaga-se por sementes;
  • - Floresce em setembro;
  • - Há relatos de seu uso como inseticida.
Chá da erva macaé:
O chá de erva de macaé, também chamada de rubim é uma bebida de propriedades anti-inflamatórias. A planta é originária da Ásia e também chamada de erva das lavandeiras e lavantina. Ela auxilia a saúde do estômago, combate dores e cólicas e pode ajudar no tratamento de diversas doenças.
O macaé tem caules eretos e uma postura robusta, suas flores renascem anualmente e possuem uma cor púrpura. A planta é encontrada em áreas em que a terra é úmida e em locais onde a incidência solar é bastante alta.
Benefícios do chá de erva de macaé:
  • - Alivia dores de estômago e cólicas;
  • - A princípio, o chá de erva de macaé é estomáquico, ou seja, protege a saúde do estômago. Cólicas e desconfortos estomacais não são incomuns e podem ser incômodos. Por isso, o chá pode ser uma boa opção.
Pele saudável: Ele também é cicatrizante e anti-inflamatório, portanto, facilita e acelera o processo de cicatrização, bem como previne o envelhecimento precoce, afinal, combate a ação dos radicais livres, responsáveis pelo estresse oxidativo. A erva de macaé é rica em flavonóides. Não só por ser cicatrizante, ajuda no tratamento de ferimentos diversos, picadas de insetos, queimaduras e mais.
Ajuda na digestão: Ainda, ele facilita o trânsito intestinal e, ao prevenir problemas no estômago e no intestino, beneficia a saúde digestiva de forma geral. A bebida também ajuda a controlar náuseas e vômito, promovendo ação calmante.
Quem não deve tomar o chá de erva de macaé:Apesar de seus benefícios, o chá não é recomendado para todos. A bebida é contraindicada para gestantes, lactantes, bem como para crianças com menos de 10 anos. Não só, lembre-se da importância de consultar um médico antes de seu consumo.

Fontes: