Conteúdo Extraido do Site www.nazadoria.com.br
Plantas Medicinais

Conceito sobre Ervas
O que é uma Erva?

- Imagem Internet -

A definição dada pela botânica é de uma planta cuja parte acima do solo não chega a se transformar em madeira e que morre anualmente, tendo valor por suas propriedades medicinais, sabor e cheiro. Por outro lado é definido como uma planta pungente ou aromática usada como condimento, tempero ou conservante. Porém podemos classificar e incluir entre as ervas medicinais que são lenhosas plantas como: eucalipto, laranjeira, ipê, canela, etc.
Como e onde posso encontrar ervas?
Em muitas lojas especializadas e as cultivando em nossa casa, no quintal ou até mesmo num vaso. Elas crescem facilmente no solo comum e requerem apenas dois cuidados: luz solar e uma boa drenagem. Quando temos um jardim formado em nosso quintal, as ervas ajudam a proteger outras plantas. A artemísia, o alho, as cebolas, sálvia, a hortelã, calêndula e a citronela são conhecidas protetoras de leguminosos, roseiras e árvores frutíferas.
Muitas ervas dão novas sementes e outras desenvolvem novas plantas das próprias raízes a cada ano, a quantidade suficiente para fazermos nossos remédios.
Em muitos pontos da natureza podemos colher ervas que nascem e espalham pelas colinas, à sombra das árvores, à beira dos riachos, entre as pedras e samambaias.
- “Não” colha ervas à beira das estradas, por mais belas que você possa enxergar, pois o monóxido de carbono as contaminou.
- “Não” colha ervas debaixo de linhas elétricas de alta voltagem ou dos trilhos da estrada de ferro, as ervas podem estar contaminadas.
- “Não” colha ervas dos cemitérios, fossas, esgotos, etc. Cuidado onde você vai apanhar as mudas das ervas para plantar. Uma muda de erva que você plantar em seu jardim, se estiver doente, ela irá crescer doente e ser uma portadora para outras novas mudas.
Cuidado com a água que rega sua horta, jardim, etc. Não tenha fossas por perto e se usar água de poço, mande analisar em um laboratório confiável. A saúde de suas ervas, verduras, frutas, etc. depende do que você oferecer a elas. Uma vez contaminadas, por mais bonitas que lhe pareça é um perigo gravíssimo para sua família.
Sempre que colher ervas, leve uma tesoura desinfetada, uma cesta forrada com um pano limpo, sacos de papel, uma faca desinfetada, uma toalha, um bloco de anotações, lápis, borracha e caneta. Se você for colher ervas em lugares distantes não se esqueça de identificar o local, a data e o tipo de solo, se seco, úmido, arenoso, empedrado, se próximo das águas, no sol ou sombra e as plantas que crescem por perto.
Cuidado na colheita. Nunca colha todas as plantas de uma espécie. Se fizer isso, elas não poderão germinar ou espalhar suas raízes.
A “planta toda” ou tudo o que cresce acima do solo é a parte útil de algumas plantas. A raiz ou a parte que cresce sob o solo é a que tem valor em outras. Quando for a casca a parte útil da planta, nunca arranque toda em volta do tronco. Retire uma tira perpendicular de um lado ou a casca de um galho.
Se precisar identificar uma planta que não conhece, procure ajuda junto aos órgãos competentes do seu estado, levando todas as informações de origem da planta e uma amostra para ser analisada.

Fonte de pesquisa:Curso básico de Ervas Medicinais, Centro de Estudos e Desenvolvimento da Umbanda Iansã e Cacique Tupinambá, ministrado por Maria Nazareth Dória, abril de 2005